Sementes de chia: o que não fazer

Até há bem pouco tempo a maior parte de nós nunca tinha sequer ouvido falar em sementes de chia. Hoje em dia a realidade já é outra: é um alimento que se tornou muito popular e faz parte do dia-a-dia de muitas pessoas.

As sementes de chia têm a capacidade de absorver água e expandir o seu tamanho, formando uma cápsula de hidrogel, o que contribui para o seu carácter extremamente saciante. Assim sendo, é importante garantir que esta expansão ocorre no momento certo. Nos Estados Unidos houve um caso de um homem que deu entrada nas urgências devido a um bloqueio esofágico causado por sementes de chia: ingeriu uma colher de sopa destas sementes e bebeu um copo de água de seguida. Conclusão? As sementes não tiveram tempo de chegar ao estômago e dilataram no esófago. 

Mas não é preciso entrar em pânico: quando utilizadas da forma certa as sementes de chia são boas fontes de cálcio, fibra, ómega 3 e proteína vegetal. Basta apenas ter o cuidado de a hidratar antes da ingestão, ou até mesmo aderir aos pudins de chia, nos quais se usa esta capacidade de expansão da chia para a criação da textura de "pudim". 😉
Professional Blog Designs by pipdig