"Do" is better than "don't"


Sabia que em alimentação saudável "do" is better than "don't"? Ou seja: é mais proveitoso aconselhar o que se deve comer em vez de realçar o que não se deve comer. 

Dizer a uma criança para comer uma maçã por forma a ser mais saudável resulta melhor do que lhe dizer que não deve comer bolachas porque a farão engordar. O mesmo se aplica para os adultos: novas evidências demonstram que as mensagens proibitivas não resultam para a maioria das pessoas. Deste modo, os investigadores aconselham a redireccionar o foco das campanhas de saúde pública para as vantagens da adopção de comportamentos saudáveis.
Professional Blog Designs by pipdig